17 de ago de 2014

A lógica da consciência política nas redes sociais.

Durante meses a gente lê as pessoas metendo o "pau" no PT, na Dilma, na Copa, no Bolsa Família, no Lula, em Cuba e seus médicos, que o PT quer transformar o país em comunista, socialista...blablabla...
 

Já que acabou a Copa do Mundo comprada que perdemos, então daríamos a resposta nas urnas em outubro, embora quase ninguém tenha descido do muro para pronunciar que voto seria esse.

Mas eis que as coisas mudam e segundo mais uma teoria da conspiração tão usuais nos tempos de redes sociais, um candidato (pouquíssimo mencionado) a presidência que "teoricamente"  era de um partido SOCIALISTA (PSB), o PT pode ter, digamos, providenciado a morte de 7 pessoas e colocado a vida de muitos outros em risco, para o quê mesmo?

Agora o sonho de transformação do  Brasil seria o candidato "socialista" morto que fez crescer a economia em Pernambuco, mas que deixou as contas públicas em vermelho, que aumentaria o número de famílias beneficiadas pelo Bolsa Família que tanto amamos.



E lá vamos nós povo politizado, no velório do Salvador da Pátria vaiar num ato político a presidente em uma cerimônia fúnebre, zombar do fisionomia carrancuda da pessoa já que ela insiste em não trocar a face com a qual nasceu...

E petistas também, questionando caras e bocas e politicagem no velório.

Que cenário mais triste...

Alguém me explica a lógica disso tudo?