27 de jul de 2014

Poema para um dia frio


Um dia para viver...


A janela se abre
O sol se infiltra pela cortina transparente

Luz para meu olhar.
Amo a trégua dos momentos difíceis
A possibilidade de existir.

Amo as canções que agitam os membros
As pernas frágeis que tímidas bailam.
Amo o calor morno do agasalho em tarde gelada.
Amo a sopa fumegante que revigora a matéria.



Amo a água aquecida.
Amo o pijama quentinho em contato com a cama fria
Aconchego para ossos extenuados.
Amo a calada da noite

Que traz um dia riscado.
Amo a música baixinha que embala memórias doces
Pensamentos rebeldes.
Amo o sono que chega de mansinho

Só eu e o travesseiro.

Acordo e amo a manhã
Que rebenta no horizonte.
Traz lábios que sorvem cores quentes
O frescor.
Promessas.
Um dia de calor.



Dalva Rodrigues



7 comentários:

  1. Oi Dalva,
    acabei de ler.
    Lindo, poema tão gostoso....
    Na outra encarnação quero ter esse dom.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Eu só não sei porque certas pessoas que tem um dom tão magnifico com as palavras (tipo tu mesmo, srsrsr) não escrevem mais... eu que escrevo male male, não desisto e vivo "escrevinhando", srrsrs

    Adorei o poema. Lindo e cheio de emoções !!!

    Bjus 1000 querida e um lindo finde

    ResponderExcluir
  3. Oi Dalva, é a Vi, eu sendo embalada por seus versos, o frio aqui até ficou mais aconchegante.
    Também gosto do sono chegando bem devagar, a sopa quentinha, ficar bem agasalhada, tudo de bom.
    Bom fim de semana,beijos,Vi

    ResponderExcluir
  4. Post novo post novo post novo...

    Vem prá rua povo, vamos fazer protesto rssrsrs

    Tõ aqui né, esperando uma pincelada de poesia...

    Bjus 1000 minha linda

    ResponderExcluir
  5. Olá, Dalva! Um simples blog como palavras profundas... Que paz!!! Convido-lhe para conhecer meu blog: www.gravatacombatom.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Dalva, prazer em conhecê-la.
    Vim retribuir sua visita ao Luka Luluka. Respondi seu comentário por lá.
    Ah, as manhãs de inverno, que delícia!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Lindo o poema para um dia frio.

    AnaVi
    filhadejose.blogspot.com

    ResponderExcluir