15 de mar de 2018

A vitrola e o disco


 Blogagem Coletiva Músicas da minha vida 03/12



Está sendo difícil escolher as músicas de minha vida, amo tantas, foram tantos ritmos diferentes, as mais marcantes sempre estão ligadas a um momento ou sentimento, embora algumas sejam maravilhosas e mesmo sem esse elo emocional acabam caindo na lista de prediletas.

A primeira vez na vida (pelo menos que me lembro) que vi uma vitrola tocando um disco foi na casa de uma vizinha, ela havia ganhado nenê, minha mãe foi visitar e me levou. Não lembro com detalhes, mas o som da música vindo da casa enquanto entrávamos pelo quintal já me chamou a atenção, o som era diferente do que ouvia no rádio, a música era: E Por Isso Eu Estou Aqui - Roberto Carlos. A música é de 1968 e se foi neste mesmo ano devia ter 5 ou 6 anos.

Quando na sala vi de onde estava saindo a música...fiquei fascinada, o disco num ligeiro ondular, girava, girava, girava...com aquele "bracinho" em cima dele...Acho que nem quis ver a neném, só tive olhos para a vitrola e seu disco a girar e soltar música no ar.
Ficou marcado na memória.



Voltei  para casa com a música na cabeça e um sonho, mas devo  dizer que ainda demorei alguns anos para ter minha vitrolinha, as coisas não eram fáceis, enchi muito a paciência de minha mãe a partir desse dia para conseguir. Quando esse dia chegou foi muita alegria, fui muito feliz ouvindo música nela, lembro até hoje de suas cores, cinza claro e escuro. Quanto não chorei por amor ouvindo meus discos tão preciosos.

 Minha mãe é que sofria para comprar os discos pois não tinha estudo, nem eu sabia inglês para escrever o nome das músicas, era música da novela ou filme tal, que tocava nas cenas com o fulano...E ela sempre trazia certinho, provavelmente com ajuda dos vendedores de lojas de discos que geralmente eram simpáticos!

Um dos primeiros LPs que tive foi da novela Cavalo de Aço 1973.
Como Tarsísio Meira era lindo!!!

Até hoje amo essa música: Why Can't We Live Toghether


Esta postagem faz parte da Blogagem Coletiva do Tacho da pepa
Quer participar ou ver outras participações?
Clique no selinho abaixo





11 comentários:

  1. Oi Dalva, eu lembro deste LP Cavalo de aço, acho que tinha em casa, aquelas novelas faziam tanto sucesso que todo mundo que tinha uma vitrola queria o LP, depois começou surgir os equipamentos 3 em 1 com aquelas caixas enormes com muita potência. Dessa música do Roberto eu não lembrava, deve ter sido uma emoção ver pela primeira vez a vitrola.. aqui eu nem sei quando vi, meu pai era técnico, fez a vitrola e a TV, acho que tive contato muito cedo com os equipamentos.
    amei suas escolhas, muitas recordações, beijos,Vi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vi, lembro bem dos 3x1, era o máximo, mas infelizmente não tive um. Que coisa boa ter pai técnico, heim! Era uma tristeza quando a TV ia para o técnico, demorava um século para voltar arrumada, mas de dia a gente nem sentia tanta falta, a rua era um paraíso.

      Excluir
  2. Que emocionante teu texto,Dalva! Adorei e como eram mais simples nossos dias!!! Coisa boa! E o quanto as pequenas coisas eram tão valorizadas! Valeu te ler! Lindo post e participação! bjs,chica

    ResponderExcluir
  3. Ai Dalva, estou amando ler seus textos. Eles me fazem voltar aos anos. Pelas minhas contas eu tenho uns anos a mais que você, mas vivi imensamente esses momentos dessas músicas. Também curtia as 10 mais do Barros de Alencar? Naquela época toda a minha geração ouvia o programa. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, Helena, ouvia muito Barros de Alencar!!
      As sete mais do dia, as 7 campeãs, lembra?
      Na verdade ouvia na casa da vizinha, passava muito tempo lá, adorava eles, uma família (Sant'Anna) bem grande! Muitas músicas que ouvi lá me marcaram!
      Abraço!

      Excluir
  4. Amiga Dalva, amei sua participação, essas músicas todas de boa qualidade e traz grandes recordações. Parabéns querida! Abraços, tenha uma noite feliz.

    ResponderExcluir
  5. Que delicia de recordação, sabe eu não tive a vitrola, fui da fita K7. Mas acho que essa relação da musica com nossos momentos são maravilhosos, basta apenas alguns acordes para que voltemos aquele ponto exato.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adelaide, tive um gravador/toca fitas k7, mas confesso que não usufrui tanto quanto a vitrola. mas lembro até do cheiro dele rsrs
      Bjs

      Excluir
  6. Oi Dalva, bt!
    Eu também custei muito p/ganhar minha vitrolinha. Eita época difícil, mas gostosa né?
    O modo de ouvirmos essas músicas lindas evoluiu, mas Roberto Carlos continua sendo o mesmo rei. Já os temas das novelas atuais, eu particularmente acho que não são tão marcantes como as da época da novela Cavalo de Aço, mas em compensação temos belas músicas, tipo a "que tiro foi esse?"kkkk. Uma coisa a gente tem que concordar, no modo dela, ela é sim uma música que veio p/ficar marcada também, o que me deixa então à vontade p/parabenizar o autor e a menina que canta, que por sinal é uma figurinha bem carismática né?
    PARABÉNS Pela bela participação na BC!
    Bjssss e um belo FDS p/vcs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, Dinha, as trilhas sonoras de novela eram ótimas, paticamente uma seleção das melhores no momento ou do passado.
      Nem falo nada desas músicas que marcam hoje em dia, tudo tem seu tempo, seu gosto, valor, então nem presto atenção, abstraio e cada um que seja feliz e ganhe dinheiro com a qualidade que quiserem, desde que não toque no meu ouvido hehehe
      Boa demais essa BC, né! Bjs

      Excluir