13 de mai de 2019

Um cachorrinho no nhoque!

Sábado foi um dia intenso, mas ao final valeu a pena em todos sentidos, foi um dia feliz, apesar de toda canseira que tomei.

A parte boa que vou contar é que almocei com minha mãe, conversamos bastante, pedi para ela  me contar histórias do passado da família, muitas até já contadas, conforme ia ouvindo ia relembrando.
A idade vai chegando, melhor anotar tudo antes que  esqueçamos de vez.

Trocamos sementes, falamos das nossas plantas, ela está achando ótimo que agora eu esteja me interessando por elas.




Outro dia fiz nhoque de mandioca, receita que ela fez de cabeça e me ensinou por telefone mesmo.
No final das contas  não deu ponto de cortar os rolinhos, para não acrescentar mais farinha e perder sabor, fiz modelados com duas colheres e pingado, como em bolinhos de chuva. 
Não ficaram bonitos, mais muito gostosos e foi muito mais fácil, rápido e sem fazer sujeira.
Fotografei o prato e ontem mostrei a foto para ela.
A reação automática assim que colocou os olhos na foto do celular:

-Olha um cachorrinho, direitinho, que bonitinho!


mandioca
Nhoque de mandioca com frango
e cebolas quase queimadas com abacaxi :D


Arregalei os olhos e ainda demorei um cadinho para enxergar o bicho completo, com orelhas, focinho, nariz, olhinhos e corpinho...Com ajuda dela, claro!

Acabou de completar 80 e esperta que só! Não é um amor?!
Agora sei porque ando vendo figuras em nuvens e outras coisinhas! rs

Conseguiu encontrar o cachorrinho?



A parte level hard do dia fica para outro post, uma aventura para buscar um criado mudo que comprei pela internet.

Como fiz o nhoque:

Comprei um pacotinho de mandioca já descascadas, cortada e lavadas. Não sei o peso, imagino uns 700 g.

Cozinhei na panela de pressão com um pouco de sal, uns 15 minutos, chegou a quase desmanchar, acho que por isso não deu ponto, absorveu muita água.
Pode cozinhar sem ser na pressão.

Amasse e deixe esfriar (segredo de nhoque, nunca coloque a farinha na batata ou seja lá o que for quente, ela sempre vai pedir mais farinha para dar o ponto).

Depois de fria acerte o sal e temperinhos se quiser, junte 1 ovo, 1 colher de sobremesa de manteiga, misture, coloque de 2 a 3 colheres bem cheias de farinha, vá colocando e misturando, sentindo o ponto.

Coloque bastante água na panela, qdo ferver vá pingando a massa modelada com 2 colheres de chá.

Assim que forem subindo vá retirando com a espumadeira e coloque em água fria.
Conforme vão ficando prontos já transfiro para outra vasilha com um pouco de azeite para não grudar.

Se for servir com molho já está pronto.

Eu gosto de deixar descansar antes de finalizar porque gosto só com manteiga e alho, dou uma douradinha neles na frigideira anti aderente, cebolinha verde ou parmesão para finalizar e pronto. Se estiverem morninhos grudam.

Bom apetite!!





47 comentários:

  1. Dalva que bom te ler! Adorei que tenhas passado o dia com tua mãe, aliás, muito linda a foto dela.

    Imagino como ela ficou feliz e também pelo fato de gostares das mesmas coisas que ela.

    E a Receita por telefone? Coisa boa! Só não consegui ver o cachorrinho,😂.Vai ver estou sem inspiração!
    Muito legal e praticidade é tudo!

    Bjs,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chica, dó depois que você acha que é tão visível! :D Se ela não falasse talvez eu nunca tivesse visto.
      Vou editar colocando a receita, quer dizer, tipo receita, contada mesmo rs

      Excluir
  2. Bem, não consegui ver o cachorrinho, mas fiquei com muuuita vontade de comer esses nhoquis, Dalva!
    Fico pensando como deve ter sido bom esse encontro com sua mãe, que se curtam muito ainda, e troquem receitas, mudas e sementes.
    Aguardando a parte level hard, e a dica de onde está o cachorrinho.
    Abração e uma ótima semana pra todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Sandra, a gente não se vê muito, mas falamos bastante por telefone, então temos que aproveitar já que ela não quer vir morar comigo, então respeito, afinal está lúcida e mais ágil que eu.
      Indiretamente vc é "culpada" da aventura do criado mudo (nem se deve mais falar assim, né).
      Vou esperar mais um pouquinho para ver se não acham aí mostro. Dica: lembra um yorkshire só que com fucinho mais compridinho.
      bjs

      Excluir
    2. Vamos tentar com a dica, valeu!
      Me conta essa história que eu indiretamente sou culpada...rsrs! culpada de que? Eu?????
      Bjs, volto amanhã pra tirar isso a limpo. KKKK

      Excluir
    3. Hahaha...Sandra, qdo li seu comentário no post do lava-pés entrei no FB achando que tinha deixado aberto...Estando lá, entrei no Marketplace e acabei vendo a oferta do criado mudo.
      Achou o cachorrinho? Outra dica, o que dá a maior parte do formato dele é o douradinho do nhoque.
      Não consegui ver o que a Rosélia viu, com perninhas para o alto, mas ainda não desisti! rs

      Excluir
    4. Meu Deus!!! kkkk
      Vou tentar encontrar o cachorrinho...AGORA VAI!
      bJ

      Excluir
  3. Boa noite de paz, querida amiga Dalva!
    Conseguí achar o cachorrinho de barriga pra cima com perninhas abertas. Sera que foi assim que sua maezinha viu?
    Quanto carinho entre as duas! Fiquei feliz em ver mae e filha amigas.
    Obrigada pelo carinho no dia de ontem, amiga.
    Tenha uma nova semana favoravel!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, Rosélia do céu, agora eu que vou ficar procurando esse que vc achou!Não é assim que ela viu, ele está deitadinho, tipo enroladinho, sabe qdo eles formam tipo uma bolinha?
      Obrigada, bjs

      Excluir
  4. Não vi o cachorrinho, mas o nhoque deve ter ficado muito saboroso, me deu até vontade de tentar uma versão dele por cá, rsrs. Na história com sua mãe as palavras 'amor' e "carinho" não apareceram, mas elas permearam a coisa toda e isso não tem preço.

    Um beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marly, depois vou editar contando como fiz o nhoque.
      Bem observado sobre amor e carinho, o que você disse representa perfeitamente nossa relação, a geração de minha mãe não foi de agarramento, de afeto explícito, de eu te amos...Na verdade acho que tem só uns 20 anos que nos dizemos 'eu te amo'. Todas relações são trabalhadas ao longo da jornada, juntos ou separados, a maturidade não faz crescer e aprender a amar as pessoas como elas são e não como nós gostaríamos que fosse.
      Amei seu comentário, bjs

      Excluir
  5. Olá Dalva querida


    Parecem estar uma delícia... Só não consegui achar o cachorrinho, mas se os olhos da mamãe viram, isso é o que importa.


    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  6. OI Dalva, muito bom recordar histórias de família e recordar esses momentos. Que delícia de dia com a sua irmã!. Gostei da ideia de fazer o nhoc modelado com as colheres e sim, eu vi o cachorrinho.
    beijos
    Chris
    Inventando com a Mamãe / Instagram  / Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chris, tente, vai gostar pela praticidade, nem sempre o tempo é grande para caprichar.
      Lindinho, né! bjs

      Excluir
  7. Acho que encontrei. Estaria no quadrante superior direito???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Sandra,mais precisamente se a foto fosse um relógio estaria nos primeiros minutos do relógio!
      Fofinho,né!

      Excluir
    2. Oi, Dalva!
      Como você está?
      Vim drsejar um bom domingo!🌷🌻🌹🌱🐞🍁

      Excluir
    3. Oi Sandra, obrigada pelo carinho!
      Tudo em ordem por aqui e assim espero que por aí!
      Mas tarde vou dar uma passeada por aí, bjs

      Excluir
  8. E eu fiquei ali caçando o cahorrinho (e olha que pra catioro eu tenho olho rsrss) mas só achei com desenho rsrsr

    Nhoque, que fome que deu!
    Tenho uma mandioca aqui, agora quero fazer...
    beijossss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elaine, a Roselia viu um de perninhas para cima, também não consegui achar.
      Abraço para vc e a cachorrada daí, bjs

      Excluir
  9. Olá, Dalva, que amor tua mãe, ela conseguiu ver o cachorrinho? Procurei na primeira foto, mas só consegui ver na foto do circulo! Depois ficou fácil de achá-lo na primeira fotinho. Que bom que ainda tens tua mami, aproveita bem, amiga! Tenho muitas saudades da minha, fazíamos muitas coisas juntas, as festas de Natal não são mais as mesmas...
    Um beijo, querida, uma boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tais, é bom termos essas memórias boas, é um conforto...sinto assim em relação ao meu pai que tbm já se foi. bjs

      Excluir
  10. Olá Dalva, td bem?
    São esses dias simples em família que nos fazem mais feliz, recordar é viver! Qto ao nhoque parece que ficou uma delícia mesmo, já fiquei com água na boca...rs!
    Boa semana pra vc!
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alécio, td bem, obrigada pela visita e comentário!
      Quando tiver um tempinho, faça desse jeito com a colher é mais fácil, só não é mais bonito!
      Boa semana para vc tbm, bjs

      Excluir
  11. Oi Dalva, fiquei procurando o cachorro, kkkkk, mas depois de observar o desenho, consegui ver.
    é bom comprar mandioca na feira, elas cozinham rápido e sem pressão, ficam sequinhas e macias.
    Gosto de nhoque com bastante molho de tomate.
    Gostei de conhecer sua mãe.
    Beijos,Vi

    ResponderExcluir
  12. Vi, eu tbm só compro na feira, mandioca de mercado raramente está boa. Bjs

    ResponderExcluir
  13. Minha querida Dalva! A nossa família é a base para nossa felicidade. Um dia feliz como este que descreveu valeu mesmo a pena. e essas delícias lindas! não conhecia essa receita e esse modelinho lindo! Um cachorrinho deitado perfeito! parabéns! Seja muito feliz ao lado da sua família. Grata pela visita,volte sempre ao meu cantinho. Bjuss, feliz fim de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, Lourdes, família é como estar num barco, enfrentamos as belezas e tempestades, juntos. Bjs e obrigada pelo carinho

      Excluir
  14. Olá Dalva. que maravilha ter sua mamãe esperta, como é bom a presença de mãe, somos sempre meninas diante delas.
    E vc me deixou aqui salivando com vontade de degustar o nhoque, adoro! Bem interessante a figura do bichinho, uma delicadeza e tanto.
    Boa e abençoda semana.

    Bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Diná, é mesmo muito bom ter a presença de nossos pais, avós, lembrar as comidinhas que eles faziam/fazem, gostam.
      Bjs

      Excluir
  15. Olá, Dalva!

    Que bom e bonito foi seu sábado!
    As mães, mesmo já com idade, nos ensinam imensas coisas.
    Obrigada pela receita, que desconhecia, totalmente.

    Beijos e boa semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Céu, verdade, é uma troca muito legal entre pais e filhos. Bjs

      Excluir
  16. Oi Dalva, vou querer sim as sementes, estou enviando no seu email meu endereço.
    Obrigada,beijos

    ResponderExcluir
  17. Bom dia Dalva, aqui já comentei. Vim agradecer sua benfazeja visita e leitura, gratidão amiga!]Deixo o link, a imagem para perfumar o seu dia!

    Bom e ajss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelo carinho, Diná, fico muito feliz!!

      Excluir
  18. https://tse2.mm.bing.net/th?id=OIP.GWg_U8aO3aqdtNKCML-IBQHaEK&pid=Api&P=0&w=280&h=158

    ResponderExcluir
  19. Hahahah! se eu lhe contar que vi, logo acima do "cachorrinho" uma carinha (parece de palhaço), e com uma coroa em cima da cabeça. Veja de descobre e me fala.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha é mesmo!! Sabe de que lembrei? Da cabeça do Beto do Vila Sésamo! Adorei, Helena!

      Excluir
  20. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  21. Oi Dalva. Linda postagem. O tempo com sua mãe a melhor parte. O prato de Nhoque ficou lindo e apetitoso. Vi de cara o cachorrinho que até parece tmb um gatinho. Engraçado né. Bjs querida e na mãezinha tmb

    ResponderExcluir
  22. OI Dalva, estou sentindo falta dos seus posts.
    beijos
    Chris
    Inventando com a Mamãe / Instagram  / Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Chris, estou devagar, mas esta semana posto, obrigada pelo carinho! bjs

      Excluir
  23. Boa tarde!
    CONVITE!
    Passando para lhe convidar para uma festinha virtual, amanhã dia 11-06
    Será um prazer lhe encontrar nessa festa. Os amigos e amigas não podem faltar!
    Desde já obrigada!
    Pensamento para refletir:
    " Aprendi
    Que sou mais forte que imaginava...
    Que posso ir mais longe depois de pensar que não podia mais...
    Que realmente a vida tem valor e eu tenho valor diante da vida!”

    A festinha será aqui no meu mais antigo blog
    https://professoralourdesduarte.blogspot.com/


    Abraços da amiga Lourdes Duarte

    ResponderExcluir
  24. OI DALVA!
    QUE AMOR TUA MÃEZINHA E O CACHORRINHO QUE ELA ACHOU NOS NHOQUES, UMA GRACINHA.
    ABRÇS AMIGA,
    http://zilanicelia.blogspot.com.bcr/

    ResponderExcluir