27 de dez. de 2020

Minha excelência

Procuro excelência em mim, ao meu redor:

No meu lar. Nas paredes lisas, bem pintadas, sem marcas, sem rachaduras, sem mofo, bem decoradas, combinadas.
Nas roupas de corte impecável, bem passadas, sedutoras, etiquetas famosas e descoladas.

Nos amigos, nas festas, no pet enfeitado, no hobby, no político, nas redes sociais, na foto perfeitamente enquadrada, no vídeo bem editado, no celular de ponta conquistado.

Na viagem, na galeria de arte, no museu, na biblioteca, na fina sinfonia, correta ortografia. 

Na família perfeita, solidária e animada.

No sucesso profissional ou fracasso existencial.

No corpo idealizado, nos músculos definidos, peso controlado, cabelos tratados, sedosos, bem penteados, dentes branqueados, unhas impecáveis, alimentação saudável.

No fino vinho, refinada gastronomia.

Nas bocas que beijo, nos corpos com que me deito, no amor que idealizo.

No espelho sem reflexo, na idade ignorada, no filtro que ilude, na maquiagem decorativa, nos poros sufocados.

Procuro virtude em deuses, meditação, religião.

Sou escravo do meu ego, de minha necessidade de superioridade.

Ando por aí caçando perfeição. Nas construções verticais e horizontais, nos automóveis, nos pedestres, no tráfego agonizante na tarde iluminada.

Procuro validação de todas minhas escolhas, certas ou erradas.

Procuro o perfeito breve, logo colocado de lado, substituído.

Depois choro, quando sou descartado, trocado.

Ignoro a imperfeição explícita.

Cimento, palavras mal traçadas, gritadas nos grafites das paredes abandonadas, fumaça, queimadas, lama, desabamentos, emergências, sirenes, incêndios, fome, tiros, homens maus.

Ignoro a doença, a morte que não me dói, minha efemeridade.

Perfeição sem humanidade, hipócrita, evolui devastando, exterminando.

Quanto mais procuro a perfeição, mais me distancio do animal que sou.

O natureza ignora nossa sapiência, age para sobreviver, sem raciocinar, apenas se adéqua, no tempo dela e no tempo imposto pela sábia humanidade.

Há outras vidas dentro e fora de mim. E estas nem se dão conta de minha existência, de minha excelência.

Dalva Rodrigues
27/12/2020

Where Do The Children Play?





133 comentários:

  1. Feliz tempo natalino, querida amiga Dalva!
    No meio ao lixo humano e mundano, buscar nosso eu real (nossa excelência) é empenho, generosidade e dedicado buscar, meticuloso...
    Urge afinco e a perfeição não está na tentativa de sermos mais do que ninguém e sim em sermos verdadeiros e transparentes conosco, agradando ou não aos demais.
    Um super post, como não poderia esperar menos vindo de você. Muito inteligente e bem pensado. Numa linguagem gostosa que me prendeu a atenção do início ao fim.
    Gosto muito do vídeo.
    Voltarei a reler,com gosto, muito a meditar e absorver
    Parabéns!
    Tenha dias alegres!
    Bjm carinhoso e fraterno

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela presença e comentário, Roselia!
      Como buscarmos um convício saudável e sustentável se ignoramos a força não inteligente da natureza? Amiga, nós (a humanidade) somos a fina casquinha do doce que derrete primeiro, então temos que prestar atenção aos nossos atos pessoais e coletivamente. Bjs

      Excluir
  2. Olá, Dalvita,

    Eu vejo duas situações para a busca da excelência: A que é motivada pelo desejo de fazer o melhor, colaborar para que o melhor se apresente. Acho que essa busca é importante porque a motivação é justa e o resultado é construtivo. Buscar a excelência não é o mesmo que buscar a perfeição, embora o excelente muito se aproxime da perfeição. A outra possibilidade é... como que exigir excelência (perfeição) até em coisas que podem ser excelentes, apesar de imperfeitas. Essa busca geralmente é motivada por razões egoístas e o resultado costuma ser destrutivo. Gostei da sua reflexão e de você ter trazido o assunto à baila.

    Beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marly, gostei da reflexão que trouxe e concordo, por este ângulo pode sim ser destrutiva.
      Obrigada pela leitura e comentário! Bjs

      Excluir
  3. Oi Dalva, a busca por excelência tem o seu lado positivo quando estamos buscando o nosso melhor a cada dia e aprendendo quando não chegamos lá. Aprendendo a superar nossos limites impostos e a aceitar nossos limites reais.
    Aceitar e enxergar a beleza na imperfeição também é gratificante e abre uma visão bem melhor de mundo.
    Um lindo texto para refletirmos e buscarmos como queremos ver e nos ver no próximo ano.
    Um final de ano de muita paz, esperança e inspiração pra você.
    beijos
    Chris


    Inventando com a Mamãe / Instagram  / Facebook / Pinterest

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Chris, precisamos melhorar e olhar um cadinho mais com consciência para a excelência do planeta, e isso passa por olhar dentro de nós também. Obrigada pela presença e comentário! Bjs

      Excluir
  4. Dalva, que bom te ler e saio daqui refletindo.. Até chamei o Neno pra ler um texto tão bem escrito. Há tanto em torno de nós e tantas vezes nada a ver conosco. Cada um tem a sua excelência e não a reconhecemos em coisas até futeis por vezes. Gostei de ler e da profundidade ! Desde jpa, desejo feliz 2021 pra ti e teus e segue igualzinha como és! Adoro! beijos, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chica, sou enrolada na hora de me expressar, mas capturou a essência do que quis escrever.
      Cada ser individualmente tem suas excelências e não há nada errado nisso, mas ignoramos que nossa inteligência é insignificante diante da grandeza de toda natureza, que não é inteligente. E nós que somos inteligentes sofremos as consequências de nossa atuação por aqui neste planeta, isso é tão sem sentido.
      Obrigada pela presença e comentário, adorei e fiquei feliz por saber que o Neno leu também.
      Abração e 2021 tamo juntas!

      Excluir
  5. Dalva, eu ainda estou por aqui.
    Não podia ter ido sem te desejar
    um maravilhoso ano novo. Um beijo
    e muitas rabanadas.
    Te amo, minha amiga. Te amo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Silvio, cuide-se, amigo! Bjs

      Excluir
    2. Pode deixar. Eu me cuido.

      Excluir
    3. É mentida, Dalva. Eu tenho
      relaxado, mas não me aproximo
      de ninguém, só não tenho deixado
      de sair. Isso não tenho, não.
      Um beijo.

      Excluir
  6. Dalva,
    Com certeza você encontrou a excelência nesse seu texto.
    Desejo a você, e família, um novo ano com muita saúde e muitas alegrias.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Heloísa!
      Um ano novo muito bacana para você e familiares, com muita saúde! Bjs

      Excluir
  7. Oi Dalva quem procurava a tal excelência, se esqueceu da realidade a sua volta, ter paredes perfeitas, roupas impecáveis, corpo definido, assim como dedicar a vida em função das redes sociais consome muito tempo, tempo que podia ser dedicado a olhar nos olhos dos filhos, do companheiro, do amigo...consegui captar a essência das sua palavras? Eu gosto muito da voz do Cat Stevens, ele tem musicas lindas e mantem um trabalho social lindo ajudando órfãos de conflitos como Bósnia, Kosovo.
    Feliz Ano Novo, que 2021 seja um ano melhor.
    Beijos,Vi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vi, este ângulo que você analisou pode e existe, no entanto é de caráter mais pessoal, nas consequências também serão. O que incomoda é apesar de toda excelência, perfeição, não enxergar o que NOS mata com suas atitudes. Um exemplo: sujeito demora 1 hora em frente ao espelho se arrumando (até aí tudo bem) e depois no meio de uma pandemia sai mostrando seu rostinho maravilhoso sem máscara e se estiver contaminado sair facilitando a circulação do vírus...E as festas, o que falar das festas?
      Também acho linda a voz do Cat Stevens, essa música só conheci a pouco tempo, que bacana ele ser ativista, a religiosidade fez diferença na vida dele.
      Obrigada pelo comentário, bjs!

      Excluir
  8. Oi Dalva
    Você trouxe a excelência neste seu belíssimo texto com palavras sábias
    Vivemos sempre em busca... muitas vezes não sabemos bem o quê mas é esta busca incessante que nos mantém e nos sustenta
    Feliz Ano Novo! Muita felicidade, saúde, paz, amor e prosperidade para sua vida!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Gracita, pela leitura e comentário! Feliz Ano Novo, tudo de bom para você e familiares! Bjs

      Excluir
  9. A perfeição não existe.
    Mas, apesar disso, devemos perseguir a utopia.
    Dalva, o seu texto é brilhante. Na forma e, principalmente, no conteúdo.
    FELIZ ANO NOVO
    Confina-te mas não te feches, infeta os outros de esperança e promove o contágio da paz, da fraternidade e da justiça social.
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelas palavras gentis, Jaime, e pela presença por aqui este ano também! Abraço!

      Excluir
  10. Querida Dalva, vim aqui com um propósito e encontro um texto magnífico, com questões que nos devem levar a uma grande reflexão, não só agora nesta época de festas natalicias, mas sempre. Costumo dizer que temos obrigação de aprender com o passar dos anos e, acredita, tenho tentado ao longo da vida aprender a valorizar aquilo que realmente importa. Este ano de covid está a trazer muito sofrimento, mas também está a dar uma lição à humanidade, está a ensinar-nos que a SAÚDE é o que mais importa, a nossa e a dos outros; o resto tem pouca importância e, infelizmente, há pessoas, tanto aí, quanto aqui, que a estão a desvalorizar festejando sem a minima preocupação com os outros. Infelizmente, Amiga, sempre foi assim e tenho poucas esperanças que mudem as mentalidades; o sofrimento só é considerado quando nos bater à porta; aí, sim, pedimos socorro. Amiga, vim para te agradecer o carinho e desejar, para ti e para os teus, saúde, neste novo ano que vai começar. Façamos a nossa parte, contribuindo para que o ano seja de facto novo. SAÚDE, querida Amiga! Um beijinho, carregadinho de amizade
    Emilia 🙏 🌈

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Emília, falastes muitas verdades...Obrigada pela presença por aqui sempre enriquecendo, Feliz Ano Novo! Abraço!

      Excluir
  11. Gostei muito do seu texto, amiga Dalva...

    Há muito a fazer no «planeta estragado»* e pela humanidade, principlmente a nível do ensino...

    NÃO OBSTANTE, UM ANO NOVO BOM E FELIZ PARA SI, SEUS E PARA TODOS. BEIJINHOS.

    *«Planeta estragado» são palavras de António Guteres, português, secretário geral da ONU...

    Tudo pelo melhor.
    ~~~~~~~~~~~~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Majo, "Planeta estragado" é forte, mas realista e necessário, se negamos não enfrentamos problemas, não alcançamos soluções.
      Obrigada pela presença e comentário!
      Um feliz ano novo para você e família, com muita saúde!

      Excluir
    2. Que venham dias de paz e serenidade... Beijos, boa amiga.
      ~~~~~~~~~~~~

      Excluir
  12. olá, amiga Dalva!
    Gostei muito dessa bela crônica com fatos retirados do cotidiano, alguns deles aparentemente comuns que, na realidade, se constituem em dados importantes para a vida de qualquer pessoa, em especial para as mulheres. Uma crônica muito bem construída. Parabéns!
    Meus votos de um Ano Novo pleno de realizações, com muita saúde e paz.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário! Pedro, penso que atualmente tudo está se misturando nos comportamentos, homens se aprimoram sendo excelentes pais, mulheres são ótimas nos negócios, homens são tão vaidosos com aparência quanto as mulheres já foram e por aí vai...E ainda bem que está sendo assim! E vamos lá ver o que nos espera 2021, bjs

      Excluir
  13. Que belo texto, amiga! Na verdade passamos a vida inteira atrás do máximo, e muito do supérfluo. Será que precisaria uma pandemia horrorosa dessas para que pensássemos que muito do que procuramos não tem lá grande valor e que quase tudo poderia ser descartável? Quanto desperdício de vida, Dalva!!
    Muito oportuno teu texto, alguma coisas deveremos mudar, sim, nem todos, mas boa parte da humanidade que está enfrentando essa pandemia. Parabéns, maravilhoso texto!
    Dalva, um Ano Novo com leveza, com saúde e mais alegria para você e sua família!
    Foi muito gratificante esse ano interagindo com você.
    Beijo, até o ano que vem!! (rsss ali, dobrando a esquina...)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Tais! Sim, a humanidade tão inteligente não dá a devida atenção ao mais importante que é sobrevivência, mesmo com toda tecnologia que possuímos, Ciência...
      Que 2021 seja melhor e sobrevivamos, amiga! bjs

      Excluir
  14. Amiga Dalva, hoje venho apenas desejar-lhe um Feliz Ano Novo, repleto de felicidade e saúde.
    O texto virei ler com calma mais tarde, p'ró ano, pois disse-me ao ouvido uma amiga comum, que é magnífico. Como tudo o que a Dalva escreve, pensei logo eu.
    Beijo, obrigada pelas palavrinhas sábias que deixa no pétalas, muita, muita saúde.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Teresa e amiga! Tomara que goste também!
      Eu que agradeço pela amizade e troca nos espaços, é muito bom! Vamos lá 2021, bjs

      Excluir
  15. Olá!

    Hoje é só para desejar à amiga

    UM BOM ANO de 2021.

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  16. como eu costumo pensar e dizer, ninguém é unilateral, todos temos vários lados, para além do de dentro, que é tão imenso quanto o Universo em que estamos e que nos rodeia. somos parte da natureza, mas a maioria ainda se esquece disso, e por isso muitas vezes se julga superior em relação aos demais, principalmente em relação aos bichos, que com suas bocas não podem falar, mas que, com seus comportamentos, têm tanto para nos ensinar. nós, os humanos, uns "macaquinhos pelados e pretensiosos", como diria a Elke Maravilha, ainda temos tanto para evoluir em tantos aspectos. há pessoas que pedem por um "mundo melhor", por exemplo, que falam e escrevem com aparentes boas intenções, mas que muitas vezes estão por aí, dentro de suas bolhas, na verdade, ignorando os horrores ao redor, as estupidezes dos políticos inescrupulosos em quem elas votam, sei que felizmente não é o teu caso. foi um ano difícil para todos, principalmente para aquelas pessoas que perderam outras pessoas de suas vidas, e ainda que meu otimismo tenha andado um tanto enfraquecido neste ano, e desde 2018, na verdade, quando aquele asqueroso foi eleito presidente do nosso país, desejo que boas energias possam te acompanhar pelos teus caminhos, Dalva, fica bem, saúde! um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assino embaixo de tudo que disse Ulisses, definitivamente não vejo inteligência maior do que a dos seres que vivem para sobreviver, eles não destroem por motivos vindos da suposta inteligencia. Muito obrigada pelo comentário, vamos encarar 2021, seja lá o que virá! bjs

      Excluir
  17. Propomo-nos durante toda a vida a dar o máximo. É um esforço (e um Dever) que compete a cada um. O Texto é magnífico e poderia ser "guia" para muita gente.
    Te auguro, o máximo que compense o teu esforço.
    Parabéns. Bom Ano.


    Beijo
    SOL da Esteva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Sol, pela visita e comentário!
      Abraço, boa semana!

      Excluir
  18. Bom seria que todos tivessem os mesmo salutares propósitos, mas que dizer perante um tão perturbante vídeo?
    Para onde giras planeta Terra?
    Votos de melhor 2021.
    Juvenal Nunes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa pergunta, Juvenal...Peguemos (todos) este leme e mudamos o curso da história ou...
      Obrigada, boa semana!

      Excluir
  19. Dalva,
    Uma vez meu amigo me disse
    que quando cuidamos dos
    outros temos a tendência de
    esquecermos de nós.
    Seu texto mostra que
    devemos olhar por nós.
    Adorei ler.
    Desejo que nesse novo ano
    a palavra de ordem
    seja "esperança"
    então
    Bjins de ESPERANÇA
    CatiahoAlc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até porque NÓS estamos no mesmo barco enquanto habitantes desse planeta, não é Catiaho?
      Obrigada pelo comentário, abraço, boa semana!

      Excluir
  20. Oi Dalva, bom dia!
    Perfeição não existe, mas as imperfeições quase sempre podem ser resolvidas com boa vontade, pena que a maioria da sociedade simpatiza mais com as imperfeições e isso é notório. Basta ver nossos político né?
    Que o ano de 2021 traga saúde, paz e alegrias p/você e os seus é o que eu desejo!
    Bjsssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dinha, o ser humano se acha perfeito demais para admitir as imperfeições, muito menos enfrentá-las. Os políticos, até um tempo atrás a gente votava e se não fosse um minimo competente a gente "metia o pau", hoje ignora-se os erros dos políticos só para não admitir a imperfeição de sua escolha, sendo que o mínimo que um cidadão tem dever de fazer é cobrar os políticos, tenhamos ou não votado neles.
      Obrigada pelo comentário, Dinha! bjs

      Excluir
  21. Profundas palavras Dalva. Bom para refletirmos estamos sempre buscando perfeição. Mas na verdade nunca encontraremos. Ninguém é perfeito. Dalva" meus gostam demais de fazer bolinha de sabão. É um dos brinquedos que brincam mais tempo. Feliz 2021 pra vc e sua família. Bjs querida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário, Nal! Acho que brinquedos de bolinhas de sabão serão eternos, não importa se de última geração ou de talos de mamona como fazíamos em minha infância. Bjs

      Excluir
  22. Que lindas e significativas palavras!
    Devias enveredar pela escrita, Dalva. Tens temáticas fantásticas, que nos deixam pensando.

    Todo o mundo quer tudo do bom e do melhor, mas isso nunca se alcança e se alguém alcança, falham outras coisas. Vivamos uma vida satisfatória, sejamos amigos de nosso semelhante e busquemos nos aperfeiçoar cada vez mais.

    Beijos e Bom Ano Novo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Céu, pela presença e comentário! Já perdi esse trem amiga, mas continuo me expressando de vez em quando.
      Sim, concordo com você, mas precisamos caprichar em perfeição em relação ao nosso planeta, ou nada de pessoal nos valerá. Bjs

      Excluir
  23. A busca da perfeição fisica não reflete o desastre moral ou emocional que temos presenciado nos noticiários, precisamos buscar a perfeição de ações pela coletividade, sem o egoísmo e a ganância, para salvarmos a humanidade só assim teremos um planeta com recursos para todos e sem fome.
    Muita Luz e Paz!
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cada dia pior, né Adelaide? Necessitamos do que parece utopia, complicado... Obrigada, bjs!

      Excluir
  24. Oi Dalva sobre a pergunta que você fez sobre fogos de artifícios, eu não me lembro se havia queima na Paulista, mas devia ter, porque já havia perto de casa, algumas pessoas que já estouravam alguns rojões.
    Obrigada pelo carinho, que 2021 nos traga esperança de dia melhores.
    Beijos,Vi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela resposta, Vi, era no bairro mesmo que tinha dúvidas, lembro muito vagamente de bombas, mas já era adolescente, qdo criança não me lembro. Bjs

      Excluir
  25. Que belo texto, Dalva. Sempre tão profundo. Vivemos atrás da excelência, exigimos excelência e não somos nada.
    Feliz 2021 para você e todas as pessoas que a cercam.
    Beijos

    ResponderExcluir
  26. Obrigada pela presença e comentário, Helena, exatamente isso! Bjs

    ResponderExcluir
  27. Gostei de reler o seu magnífico texto.
    Continuação de boa semana, querida amiga Dalva.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  28. Nossa que crônica maravilhosa Dalva.
    Ela já não é sua, é de todos nós, que fazemos esta longa travessia numa busca louca do eu, do melhor que sou e que posso e esbarramos em nossa pequenez tão gritante diante de todas as mazelas do mundo. Queremos a excelência e ela parece fugir de nós em cada instante e assim vamos na procura e nos iludimos, com muitas coisas sem importância, esquecendo que o mais importante está dentro bem no fundo do fundo de nosso ser.
    Li e reli amiga e entro para este ano com suas palavras e questionamentos.
    Obrigado por partilha tão bela inspiração e olhar no cotidiano.
    Carinhoso abraço e que estejamos mais este ano por aqui em bela sintonia.
    Tudo de bom no Novo Ano e feliz fim de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Toninho, obrigada pela presença e gentil comentário! Temos que cuidar casa e do nosso quintal. Bjs

      Excluir
  29. Relendo revejo e relevo a "tua" Excelência.
    Renovados Parabéns, Dalva.

    Beijo
    SOL da Esteva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pela releitura e gentil comentário, Sol! Bjs

      Excluir
  30. Parabéns Dalva, por este texto EXCELENTE!!!
    Li e de imediato reli.
    Quis destacar uma só frase, não fui capaz, destaquei o texto todo.
    E só não o reproduzo todo aqui, porque não ficarei «perfeito».
    Beijo, bom fim-de-semana.

    ResponderExcluir
  31. Uau, que texto ! Como sempre você nos trazendo boa leitura !

    Você comentou sobre as receitas lá no blog, nossa verdade, eu vejo cada coisa de cair o queixo e as pessoas saem compartilhando loucamnente... tem um canal lá fora, que a dona faz reacts sobre esses videos virais, que explodem mas que são furada.

    Bjus 1000 querida e um 2021 calmo par todos !

    Pepa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Pepa, pela presença e comentário!
      Que vergonha, heim, estar num react desse tipo! :D
      Bjs

      Excluir
    2. Uma semana linda Dalva e que seja leve e alegre.
      Carinhoso abraço,

      Excluir
    3. Obrigada, Toninho, que tenhamos uma semana de esperança em meio ao caos! bjs

      Excluir
  32. Hoje é só para deixar um beijo e agradecer tua presença sempre amiga!
    Uma boa semana, Dalva, saúde e paz!
    bjim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tais, também agradeço sua presença sempre rica por aqui! bjs

      Excluir
  33. Parabéns por tão reflexivo e excelente texto, querida Dalva.
    Gostei imenso de ler.
    Um carinhoso abraço
    Verena

    ResponderExcluir
  34. Olá querida Dalva,
    Nós seres humanos estamos muito longe da perfeição, acho que ela nem existe. Temos os nossos defeitos, cometemos erros, nos arrependemos e continuamos a trilhar nossa história. O mais importante é vivermos com dignidade, honestidade e amor ao próximo, o mundo já anda bastante judiado de tanta violência, preconceito e intolerância. Adorei o seu belo texto! Feliz 2021 com paz e esperança.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alécio, concordo com você, a busca sem limites para a tal perfeição é como um cachorro rodopiando querendo morder a a cauda. Muito obrigada pela presença, bjs

      Excluir
  35. Oxalá todos procurassem a perfeição e beleza.

    Mas não é assim.

    Muitos vivem da javardice, da chulice, daquilo que é boçal, inumano!

    Saudações Poéticas!

    ResponderExcluir
  36. Já li e reli o seu magnífico texto.
    Acrescento apenas que, nalguns casos, o excelente é inimigo do bom.
    Continuação de boa semana, querida amiga Dalva.
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Equilíbrio é sempre a melhor escolha na vida, Jaime. Obrigada, bjs

      Excluir
  37. Boa tarde querida amiga Dalva,
    Por aqui já passei, comentei e agora reli. que seja leve os seus dias de 2021 com toda luz e toda paz.
    Grata pela visita ao novo blog e tb por segui-lo.
    Bjsss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que agradeço, Diná, por estar em seu espaço! bjs

      Excluir
  38. Palavras que tocam e emocionam, especialmente nesse momento que vivemos. Aquele texto que termina redondinho me fazendo refletir lucidamente sobre a vida. Obrigada por esse momento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário gentil, fico feliz por ter aproveitado a leitura, Jaci! bjs

      Excluir
  39. Do Refúgio dos Poetas, retribuindo cumprimentos...

    Portugal, desde as 0 horas, em confinamento geral...

    Cuida-te muito, amiga Dalva. Abraço grande.
    ~~~~~~~~~~~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Majo, cuide-se tbm! Se é para evitar males maiores, devemos acatar, só fanáticos não percebem a potência desse vírus e o que ignorá-lo pode causar. Bjs

      Excluir
  40. Releio e me vou encaixando porque também
    "[...] choro, quando sou descartado, trocado.[...]"


    Beijo
    SOL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela releitura, Sol! Em algum momento na vida somos descartados, outras descartamos, faz parte da vida, mas não ignoremos nossas atitudes e suas consequências para aprendermos as lições. bjs

      Excluir
    2. ... Como te compreendo, Dalva! A Vida é cheia de surpresas e as que deixam marcas mais profundas geralmente não são as mais gratificantes.
      Reparto contigo o meu ânimo pessoal.


      Beijo
      SOL da Esteva

      Excluir
  41. Vim desejar.lhe uma boa semana e deixar o meu abraço grato
    pelo apoio e incentivo que me dedica.
    Tudo pelo melhor,
    ~~~

    ResponderExcluir
  42. Gostei do seu poema longo e perfeito!!!
    Seguirei lendo seus posts. Saúdo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acredito que faças isso,
      querida Beatriz, até porque
      me falaram que és carinhosa
      com seus "amigos" lendo-lhes
      os textos e comentando na medida
      que vais lendo.
      Um beijo para ti e para
      essa moça bonita e generosa
      que eu, carinhosamente, chamo
      de "Estrela". Estrela Dalva.

      Excluir
    2. Obrigada pela leitura do longo texto,Beatriz! Abraço.

      Excluir
    3. Silvio querido, obrigada pela parte que me toca! Bjs

      Excluir
  43. Passei por aqui de novo, na minha visita semanal (é o meu ritmo), e vejo que ainda não publicou novo post. Não posso reclamar, pois cada um tem o seu ritmo e a sua disponibilidade.
    Aproveito para lhe desejar a continuação de uma boa semana, querida amiga Dalva.
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo carinho, meu querido amigo Jaime, interpreto sua presença semanal como gosto pelo que escrevo, então fico feliz! Bjs

      Excluir
  44. Vim espreitar...
    Dalva, feliz fim-de-semana.
    Beijo, muita saúde para si e para os seus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Teresa, pra vc também! Eu...sempre devagar :D Bjs

      Excluir
  45. Amei ler o seu lindo e reflexivo texto, Dalva.
    Te desejo um abençoado fim de semana.
    Um carinhoso abraço
    Verena.

    ResponderExcluir
  46. Um bom domingo querida amiga.
    Grato sempre pela atenção.
    Que a semana seja leve e alegre.
    Abraços com carinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Toninho, e lá vai janeiro, meu amigo! bjs

      Excluir
  47. Oi Dalva, a cobrança pela perfeição é dolorida. Nós seres humanos somos naturalmente imperfeitos. E tem beleza nessa imperfeição, ela nos faz aprender, crescer, querer melhorar. É bom buscarmos a excelência, queremos melhor, fazer de forma bem feita, dar o nosso melhor e sermos melhores a cada dia. Mas se chegássemos a perfeição, acho que perderia a graça, o sentido. Não teríamos mais a busca pela excelência.
    Uma ótima semana para você,
    beijos
    Chris


    Inventando com a Mamãe / Instagram  / Facebook / Pinterest

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela releitura, Chris! A busca pela perfeição no que NOS traga alegrias é bom e saudável. Bjs

      Excluir
  48. Querida amiga, voltei a ler o seu texto e foi novamente um prazer...

    Despedindo-me por um tempo. Até à volta. Beijinhos.
    ~~~~

    ResponderExcluir
  49. Olá, amiga Dalva, deixo aqui o desejo de um bom final de semana com alegria e paz.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  50. Bom fim de semana, querida amiga Dalva.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  51. Beijinho, querida amiga,
    um bom fim de semana!!

    ResponderExcluir
  52. Bjssss Dalva e um belo FDS p/vcs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Dinha, to atrasada nas leituras e comentários! bjs

      Excluir
  53. Oi Dalva, bom dia.
    Passando aqui para desejar uma ótima semana e agradecer a forma cuidadosa e carinhosa que você comenta (conversa comigo) no blog.
    beijos
    CHris


    Inventando com a Mamãe / Instagram  / Facebook / Pinterest

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que agradeço, Chris, sinto-me totalmente à vontade lá nos eu blog, amo as dicas de séries! Bjs

      Excluir
  54. Dalva, tu tens ideia do tamanho
    da tua generosidade, tens?
    Pois é, meu amor. Tu não fazes
    ideia do bem que fazes com tuas
    palavras. Eu, por exemplo, que
    sou um velho paulistano e conheço
    um pouco da minha cidade é que
    posso dizer da felicidade que
    senti quando comentaste o meu texto.
    Obrigado. Muito obrigado pelo
    carinho e as palavras ditas no
    momento exato. Um beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imaginava que fosse carioca, Silvio! Obrigada, amigo,sempre que consigo dou meus pitacos em suas postagens. bjs

      Excluir
  55. Olá, Dalva, boa noite!
    Adorei o texto, nos leva a refletirmos mais sobre as coisas, principalmente nesses tempos difíceis de pandemia. Já seguindo aqui, desejando a você um ótimo final de semana. Sucesso! Bjos.
    Lauren
    http://aprendendocommamae.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita e comentário, Lauren, logo mais visitarei. bjs

      Excluir
  56. A Dalva nada mais publicou, mas a pandemia continua... a estirpe inglesa trocou-nos as voltas e os hospitais estão acima do máximo. Mas felizmente há sinais que fazem crer que o número de novos infetados e de mortos vai diminuir.
    Continuação de boa semana, querida amiga Dalva.
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada meu querido amigo, Jaime! O tempo passa amigo, demorou mas já postei!
      Não está fácil enfrentar esse vírus e a doença causada por ele...triste. Bjs

      Excluir
  57. Amiga Dalva, espero/desejo que esteja tudo bem consigo e sua família.
    Beijo, muita saúde.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Teresa, estamos todos bem, ando atrasada com as visitas aos blogues, mas logo coloco em dia! bjs

      Excluir
  58. Olá querida Dalva,
    Estou passando no blog dos amigos pra ver as atualizações e deixar comentários. Quero agradecer pelo gentil comentário deixado no meu blog, fico muito feliz pela nossa amizade!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alécio, tivéssemos três ou duas
      "amigas de blog" tão amáveis como
      a Dalva e já teria valido a pena,
      não é mesmo? A pessoa está sempre
      de bom humor, pelo menos nos deixa
      ver desse jeito, e sempre educada
      e cheia de carinho com a gente.
      Um beijo muito respeitoso para ela
      e um abraço forte para você, Alécio,
      meu "rapaz". (risos)

      Excluir
    2. Obrigada pela amizade, Alécio, querido! Bjs

      Excluir
  59. Espero que esteja tudo bem, sem outras preocupação que não sejam as do dia a dia.

    Beijo
    SOL da Esteva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sol, etá tudo bem, correrias do dia a dia somente, felizmente, e isso é muito bom nestes tempos malucos. Bjs

      Excluir
  60. Oi Dalva, bom dia!
    Bjss e que o domingo seja de paz e alegrias é o que desejo p/vcs

    ResponderExcluir
  61. Uma boa e iluminada semana, querida Dalva,
    cuide-se bem,
    Beijo!

    ResponderExcluir
  62. Voltando da minha pausa, venho agradecer o simpático comentário
    que deixou na minha ausência.

    Saúde e dias de paz e paciência. Beijos
    ~~~~~~~~~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela presença, Majo, bom que esteja de volta! bjs

      Excluir
  63. Olá, querida amiga Dalva!
    Procurando tambem minha excelência, criei um blog para falar do que sempre amei.
    Se desejar me dar o prazer de sua visita, está aqui:
    https://flordocampo3.blogspot.com/
    Esteja bem, amiga🙏🙌👼🕊️💐😘

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Roselia, bom que esteja de volta, com novas inspirações e flores do campo, sempre lindas!
      Logo passo lá, bjs

      Excluir