31 de ago de 2011

Beijo

Beijo rebelde
Aventureiro
Percorre colinas
Procura  pela brisa do mar

Foz que se rende
Te espera
Te prende


Invade
Arrebata
 

Cobre os espaços
É laço
 

Domina meu chão
Bebe minha alma
Brinda meu corpo
Em seu corpo

Sorve meu desejo
Descança em minha pele

 

Beijo
É chama 

Selvagem
Clama
 

Dono da paisagem
Indomável
No relevo

Esquece as moradas 
Sou sua...
Pousada












Postagem original: Publicado em: 6 de setembro de 2009 às 13:50

Nenhum comentário:

Postar um comentário